Conheça algumas intervenções que estão a melhorar o espaço público

PASSADIÇOS DOS VULCÕES EM RENOVAÇÃO TOTAL
Iniciaram-se as obras de reparação e substituição do passadiço em madeira, na envolvente dos vulcões, em plena Alameda dos Oceanos. A intervenção avança da zona do vulcão 1, frente ao Pavilhão do Conhecimento, para norte. Em breve os passadiços voltarão a estar colocados e a zona de passeio poderá ser utilizada.

MELHORES ACESSOS ESCOLAS DA FREGUESIA
Está concluída a construção de escadaria e calcetamento do "canteiro" existente junto à Escola do Parque Nações, zona sul da freguesia. O "canteiro/talude" existente no local, na Rua Gaivotas em Terra, foi objeto de intervenção com a construção de cinco degraus e calcetamento da zona envolvente. A intervenção decorreu durante uma semana e encontra-se concluída.  Prestes a ficar pronta está também a nova rampa de acesso ao jardim de infância da Escola Infante Dom Henrique. Este acesso há muito que era reclamado pelos utilizadores.

REPARADO PISO JUNTO ÀS GARAGENS DA RUA DAS GALÉS
Está a proceder-se ao rebaixamento dos lancis dos passeios, frente ás garagens de alguns dos lotes da rua das Galés. A obra decorre esta semana. Esta necessidade justifica-se pelo facto de, ao longo dos anos, os terrenos irem cedendo, o que acaba por causar transtorno nas saídas e entradas das garagens de alguns lotes. A JFPN está assim a reparar os casos mais gravosos, com vista a repor a normalidade da circulação no acesso ás garagens dos nossos fregueses.

COMBATE À “LAGARTA DO PINHEIRO” 
Mais de 400 pinheiros foram já tratados à doença provocada pela “lagarta-do-pinheiro” ou “lagarta-processionária-do-pinheiro”. Foram inclusive recolhidos alguns ninhos da processionária no Passeio das Tágides, tendo-se verificado que a maior parte das lagartas já estão mortas, devido à atuação do inseticida, por pulverização direta. Alguns dos pinheiros tratados localizam-se nas escolas de freguesia onde a operação de tratamento por microinjeção também decorreu. A operação prossegue a bom ritmo, deixando de fora os pinheiros da Av. D. João II e Via do Oriente que só necessitam de ser tratados em setembro.
ATENÇÃO: este tratamento requer dos fregueses um cuidado redobrado junto destas árvores de forma que nenhum humano ou animal doméstico seja contagiado. 

ESPÉCIES DE VERÃO DÃO TOM AMARELADO A ALGUNS RELVADOS
Estranhou certamente o tom menos verde de alguns relvados da freguesia? Contrariamente ao habitual nesta altura do ano, parte dos relvados do Parque do Tejo estão amarelos. A explicação para essas manchas tem uma explicação simples: deve-se a dormência de uma das espécies existentes no relvado que está a dominar as outras.  A partir de março far-se-á nova sementeira e iremos combater o alastrar desta espécie.  Quando a relva fica amarela estamos em presença da chamada “relva de verão”, a qual, no Inverno, com temperaturas baixas entra em dormência ficando amarela. Assim, de acordo com os técnicos, na próxima primavera irá ser realizada uma “escarificação com passagem dupla e ressementeira de 20g/m2 nas manchas de infestação."

ECOPONTOS SUBTERRÂNEOS NA AV. DA PEREGRINAÇÃO
Para facilitar a deposição e recolha de resíduos urbanos, de forma mais higiénica, foi instalado um sistema de ecopontos subterrâneos na Avenida da Peregrinação, zona norte da freguesia. Este equipamento vem complementar e reforçar o sistema de recolha pneumática instalado nesta zona da freguesia do Parque das Nações.